Departamento de Conspirações pega carona no hype das animações para adultos

Departamento de Conspirações

Audaciosamente descrita como um misto de Rick and Morty e Arquivo X, a série animada Departamento de Conspirações está repleta de referências atuais e conta com uma excelente produção, como obra original da Netflix.

Trata-se de mais um daqueles desenhos para o público adulto, entre tantos que fizeram sucesso nos últimos anos, porém, com uma premissa própria e bastante divertida!

Satirizando pirações (será mesmo?!)

Híbridos de humanos e animais, reptilianos, Cthulhu, clones de personalidades, robô substituindo o presidente e por aí vai!

A trama brinca com algumas das conspirações mais piradas, e por incrível que pareça, difundidas, identificando a empresa responsável por criar, administrar, manter em segredo e manipular a mídia com relação às mesmas.

Departamento de Conspirações

Inovar não é o foco, nitidamente

Em um gênero com tantas produções consagradas, desde Futurama e Os Simpsons, Departamento de Conspirações não perde tempo tentando lançar moda. Sua aposta para não se tornar uma em um milhão está na temática particular, além da forma como ela é trabalhada.

“É como diz o Pitbull: dale!”

Frases sem sentido e piadinhas toscas, inclusive sobre personalidades e empresas reais, estão por todos os lados. A política também, já que boa parte das confusões envolvem o tema de alguma forma.

Para quem curte a mescla de humor inteligente e tosquices, indicação válida!

Inside Job

n“Como as elites impedem minha filha de responder minhas mensagens!”n

Qualquer semelhança não é mera coincidência

No decorrer dos episódios, é fácil identificar elementos de animações como Gravity Falls, Apenas um Show e (Des)encanto, afinal, são todas criadas ou ao menos roteirizadas por Shion Takeuchi.

Twitter
Telegram
WhatsApp

Posts relacionados: