Rua do Medo: 1994 é mais cômico e aventuresco do que aterrorizante

nCena do filme Rua do Medo: 1994

nnnEncarar Rua do Medo: 1994 como um filme de horror, possivelmente denso, é uma tremenda sacanagem. Desse modo, a primeira parte da trilogia da Netflix seria decepcionante.n
n
nCreio que a melhor forma de descrevê-lo é com o clima de A Babá e Freaky – No Corpo de um Assassino, sem entrar no mérito de ser um título melhor ou pior, graças aos alívios cômicos, pegada sobrenatural e foco na aventura.n
n
nBom, eu assisti e mirabolei sobre, então lá vai a crítica, análise, indicação ou seja lá o que for mais adequado!nnn
n
n

Slasher adolescente, esquecível

nMesmo com sangue de sobra e assassinatos descarados, o enredo é mais leve e adolescente do que supomos de um filme slasher.n
n
nAlém disso, não espere por um vilão de peso como Jason Voorhees, Freddy Krueger ou Michael Myers. No lugar temos uma bruxa e alguns mortos-vivos bem aleatórios, o que é tudo bem, afinal esperar que todo filme de terror seja um novo Halloween é intangível.nn

nCena do filme Rua do Medo: 1994

n
nnn

Sopa de easter-eggs

nDesde homenagens aos filmes clássicos do gênero, com cenas que claramente beberam de suas fontes, até referências minúsculas a elementos da cultura nerd/pop, como Stranger Things, Twin Peaks, Star Wars e Mestres do Universo.n
n
nnO site Screen Rant publicou uma matéria com todas elas (em inglês), então caso esteja curioso sobre, é só dar um pulinho lá!nn

nEsqueleto do filme Rua do Medo: 1994

n

nVai dizer que não te lembra o Ghostface?n

n
nnn

Trilha sonora de respeito

nA estética dos anos 90 é abrilhantada pelo rock icônico da época, contando com “Creep”, do Radiohead, e “Fear of the Dark”, do Iron Maiden.n
n
nAssinando a trilha apurada, temos o responsável pelos três primeiros filmes da franquia Pânico, nada mais condizente com a premissa!n
n
nn

Continua…

nRua do Medo: 1978 – Parte 2 e Rua do Medo: 1666 – Parte 3 entraram no catálogo do serviço de streaming nos dias 9 e 16 de julho, respectivamente. Uma formatação interessante de publicação, com um filme por semana, interligados.

Twitter
Telegram
WhatsApp

Posts relacionados...